XOOPS Brasil

 

Informações Gerais

Essa seção trata das questões mais gerais sobre o PHP: O que é e o que faz.

O que é o PHP?

Do prefácio do manual:

PHP é uma linguagem de script embutida no HTML. Muito da sua sintaxe é emprestada de C, Java e Perl com algumas características específicas do PHP juntas. O objetivo da linguagem é permitir que desenvolvedores web escrevam páginas geradas dinamicamente rápido.

O que a sigla PHP significa?

PHP significa PHP: Hypertext Preprocessor. Isso confunde muitas pessoas porque a primeira palavra da acrônimo é o acrônimo. Esse tipo de acrônimo é chamado de acrônimo recursivo. Os curiosos podem visitar » o item na Wikipedia sobre acrônomos recursivos.

Qual é a relação entre as versões?

PHP/FI 2.0 é uma versão mais antiga e não mais suportada do PHP. PHP 3 é o sucessor do PHP/FI 2.0 e é bem melhor. PHP 4 é a geração atual do PHP, que usa o » Zend engine a qual, entre outras coisas, oferece muitas funcionalidades adicionais de POO.

Posso executar várias versões do PHP ao mesmo tempo?

Sim. Veja o arquivo INSTALL que vem incluso na distribuição dos fontes do PHP.

Quais são as diferenças entre o PHP 3 e o PHP 4?

Aqui está a lista de algumas funcionalidades importantes:

  • API de módulos extendida
  • Processo de compilação generalizado no Unix
  • Interface genérica com servidores web que também suporta servidores com multithread
  • Sistema de marcação de sintaxe melhorado
  • Suporte nativo à sessões HTTP
  • Suporte a saída bufferizada
  • Sistema de configuração mais poderoso
  • Contagem de referência
Favor ver o texto » Visão geral do que é novo no PHP 4 para uma explicação detalhaa dessas funcionalidades e mais.

Quais são as diferenças entre o PHP 4 e PHP 5?

Enquanto o PHP 5 foi desenvolvido para ser tão compatível quanto possível com as versões anteriores, existem algumas mudanças significativas. Algumas dessas mudanças incluem:

  • Um novo modelo de OOP baseado em Zend Engine 2.0
  • Uma nova extenção para suporte melhorado do MySQL
  • Suporte interno para o SQLite
  • Uma nova constante de erro, E_STRICT, para sugestões de código em tempo de execução
  • Um conjunto de novas funções para simplificar a escrita de código (e reduzir a necessidade de escrever as suas proprias funções para vários procedimentos comuns)
Para informações mais detalhadas, por favor veja a sessão Migrando do PHP 4 para PHP 5 e a sessão sobre Modificações incompatíveis com versões anteriores.

Acho que encontrei um bug! A quem eu devo dizer?

Você deve ir ao Banco de Dados de Bugs do PHP e assegure-se que o bug não é conhecido. Se você não encontrar no banco, use o formulário para relatar o bug. É importante usar o banco de bugs ao invés de apenas mandar um e-mail para uma das listas de discussão porque o bug terá um número de rastreamento atribuído a ele e será possível voltar depois e checar o status do bug. O banco de bugs pode ser encontrado em » http://bugs.php.net/.