XOOPS Brasil

 

7.3. Tabelas ISAM

O tipo de tabela ISAM, obsoleto, desaparecerá na versão 5.0. Ele está incluído no fonte do MySQL 4.1 é mas não é mais compilado. MyISAM é uma implementação melhor deste handler de tabela e você deve converter todas as tabelas ISAM para tabelas MySAM o mais rápido possível.

ISAM usa um índice B-tree. O índice é armazenado em um arquivo com a extensão .ISM, e os dados são armazenados em um arquivo com a extensão .ISD. Você pode verificar/reparar tabelas ISAM com o utilitário isamchk. Veja mais informações sobre isto na Seção 4.5.6.7, “Uso do myisamchk para Recuperação em Caso de Falhas”.

ISAM tem os seguintes recursos/propriedades:

  • Chaves compactadas e de tamanho fixo.

  • Registros de tamanho fixo e dinâmico

  • 16 chaves com 16 chaves parciais/chaves

  • Tamanho máximo da chave de 256 (padrão)

  • Os dados são armazenados em formato de máquina; isto é rápido mas é dependente da maquina/SO.

A maioria das coisas que são verdadeiras para tabelas MyISAM também são verdadeiras para tabelas ISAM. Veja mais informações sobre isto na Seção 7.1, “Tabelas MyISAM. As maiores diferenças comparados a tabelas MyISAM são:

  • Tabelas ISAM não são bninários portáveis entre SO/Pataformas.

  • Não pode lidar com tabelas > 4G.

  • Só suporta compactação de prefixo em strings.

  • Limite de chaves menor.

  • Tabelas dinâmicas são mais fragmentadas.

  • Tableas são compactadas com pack_isam ao invés de myisampack.

Se você quiser converter uma tabela ISAM em uma tabela MyISAM de forma a se poder utilizar utilitários tais como mysqlcheck, use uma instrução ALTER TABLE:

mysql> ALTER TABLE nome_tabela TYPE = MYISAM;

A versões embutidas do MySQL não supoortam tabelas ISAM.