XOOPS Brasil

 

E.2. Depurando um cliente MySQL.

Para estar apto a depurar um cliente MySQL com o pacote de depuração integradom você deve configurar o MySQL com --with-debug ou --with-debug=full. Veja mais informações sobre isto na Seção 2.3.3, “Opções típicas do configure.

Antes de executar um cliente, você deve configurar a variável de ambiente MYSQL_DEBUG:

shell> MYSQL_DEBUG=d:t:O,/tmp/client.trace
shell> export MYSQL_DEBUG

Isto faz com que os clientes gerem um arquivo trace em /tmp/client.trace.

Se você tiver problemas com seu próprio código cliente, você deve tentar se conectar ao servidor e executar a sua consulta usando um cliente que esteja funcionando. Faça isto executando o mysql no modo de depuração (assumindo que você tenha compilado o MySQL com esta opção).

shell> mysql --debug=d:t:O,/tmp/client.trace

Isto irá fornecer informação útil no caso de você enviar um relatório de erro. Veja mais informações sobre isto na Seção 1.7.1.3, “Como relatar erros ou problemas”.

Se o seu cliente falhar em algum código aparentemente 'legal', você deve verificar se o seu arquivo mysql.h incluído corresponde com o seu arquivo da biblioteca mysql. Um erro muito comum é usar um arquivo mysql.h antigo de uma instalação MySQL antiga com uma nova biblioteca MySQL.