XOOPS WAP Mobile
Notícias
Detalhes:
Título: Novo portal do Governo do Paraná desenvolvido em XOOPS
Autor: Mikhail
Data: 2009-03-24 04:00:00
Conteúdo:
O novo portal do Governo do Paraná na internet entrou no ar nesta terça-feira (24), no endereço www.pr.gov.br.A nova ferramenta de comunicação foi apresentada na reunião semanal da
Escola de Governo, pelo presidente da Companhia de Informática do
Paraná (Celepar), Vanderlei Iensen. Entre as principais características
do portal destacam-se o visual moderno, baseado em cores que
diferenciam os assuntos por sua relevância, e a maior facilidade de
acesso e manutenção aos serviços da administração pública estadual.

Visual moderno, baseado em cores que diferenciam os assuntos por sua relevância, e a maior facilidade de acesso e manutenção aos serviços da administração pública estadual. Estas são as principais características do novo portal do Governo do Paraná na internet, que entrou no ar nesta terça-feira (24), no endereço www.pr.gov.br A nova ferramenta de comunicação foi apresentada na reunião semanal da Escola de Governo pelo presidente da Companhia de Informática do Paraná (Celepar), Vanderlei Iensen.

Uma das inovações do portal é o catálogo de serviços, através do qual pode ser encontrado qualquer tipo de serviço e informação. O portal está dividido em cinco grandes temas, que são as portas de entrada para as demais informações: lista de serviços ao cidadão, serviços e informações direcionadas ao meio empresarial, dados institucionais do Paraná, informações governamentais e notícias, divididos por abas e cores específicas.

Segundo Iensen, a ênfase do portal é o atendimento ao cidadão, com o ordenamento das informações de maneira a organizar o conteúdo e garantir a integridade e a robustez dos dados publicados. A proposta é manter a distribuição de assuntos com base no padrão nacional de governo eletrônico (e-gov).

O objetivo é que a maior parte dos serviços e da comunicação com o Governo seja feita via online, possibilitando ao cidadão resolver suas demandas diretamente na internet, sem a necessidade de se dirigir à repartição pública.

Com uma média de 2,5 milhões de acessos/mês, a metade na Agência Estadual de Notícias, o domínio pr.gov.br conta, atualmente, com mais de 400 sítios e portais e três mil links, todos desenvolvidos em software livre, tecnologia que dispensa o pagamento de royalties e de taxas de uso, e que evolui permanentemente, por meio da participação de centenas de comunidades de desenvolvedores distribuídas por todo o mundo. “A proposta é a de um portal inovador e de um governo integrado, com navegação acessível e dinâmica, que possibilite maior interatividade entre o poder público e a sociedade civil”, destacou Iensen.

Funcionalidades – Os principais aspectos do novo portal foram apresentados pela gerente de serviços de comunicação e multimídia da Celepar, Christianne Steil, para quem a estratégia de transformar o portal num catálogo de serviços, facilita a vida de quem busca um serviço ou uma informação específica.

“Com uma interface bastante amigável para qualquer usuário, o novo design atende a esse princípio, com títulos sobre eventos que envolvem a vida do cidadão, aplicados a uma comunicação visual expressiva, ao mesmo tempo em que relaciona temas de interesse coletivo”, destacou Steil.

Outro importante aspecto do portal é sua dimensão tecnológica, baseada em ferramenta que permite a manutenção de páginas estáticas, sistemas de informação com pontos de contato com a internet, associados a redes do tipo intranet, páginas dinâmicas mantidas por seus autores e sistemas que misturam tecnologias de computação e de comunicação.

A tecnologia de construção do portal continua sendo o software livre eXtended Object Oriented Portal System (XOOPS), um sistema de gestão de conteúdo bastante completo. Esse sistema, já utilizado em dezenas de portais, usa a linguagem PHP, guarda seus dados em um banco de dados MySQL e interage com o gerenciador de WEB Apache. Embora também atue com outros ambientes distintos, ele é utilizado pela Celepar com desempenho bastante satisfatório, segundo Steil.

O projeto, desenvolvido por solicitação do governador Roberto Requião, teve a orientação da Secretaria da Comunicação Social (SECS). Para o secretário Benedito Pires, as virtudes do novo portal são a facilidade de interação da sociedade com o governo e a melhor disposição dos assuntos por área de interesse. “É um importante instrumento que a sociedade dispõe para interagir com o governo e usufruir dos serviços prestados pelo Estado sem a necessidade de locomoção”, acentuou Pires.


Padronização – Durante a reunião, o governador Roberto Requião assinou decreto que estabelece regras e diretrizes para a construção e manutenção de sítios e portais na internet pelos órgãos da administração pública direta e indireta. Segundo a medida, é de responsabilidade da Secretaria da Comunicação Social e da Celepar a definição de diretrizes, projetos integradores e dos padrões para os sítios e portais. A Celepar também é responsável pela construção de todos os sítios do governo e pelo fornecimento dos meios de infraestrutura tecnológica.

A publicação, manutenção e controle de qualidade das informações são de responsabilidade de cada órgão. Para tanto, as secretarias e demais entidades devem nomear um responsável pelas informações publicadas. Todos os sítios adotarão nome de domínio na internet que utilize em primeiro nível pr.gov.br e associação com o nome ou sigla do órgão ou entidade.

O decreto orienta as secretarias a publicarem conteúdos claros e objetivos, e que os desenvolvedores apliquem ferramentas de fácil usabilidade, navegabilidade e acessibilidade, além de estratégia de navegação que economize toques, com acesso rápido e uso intuitivo dos comandos e opções.


Outra medida prevista no decreto é a manutenção obrigatória do serviço "Fale Conosco" ou similar, que contemple a possibilidade do usuário se comunicar com o governo através de formulário apropriado ou correio eletrônico. Os sítios podem manter salas de bate-papo e fóruns para fins específicos relacionados ao interesse público, desde que definidos os temas de discussão, presença de moderadores, meios para troca de arquivos, mecanismos de controle de conteúdo, definição do tempo de duração da sessão e identificação dos responsáveis pelo serviço.



<< 1 2 (3) 4 ..335 >>